quinta-feira, 4 de junho de 2009

Se é que não me engano

O desleixo é a alma do divórcio
Se é que não me engano
Há tempos que não me esforço
A deixar os outros contentes
E vitoriosos com meus danos

Fazendo qualquer negócio
Pra não acoimar tanto
O que de fato não posso
Carcomer com os dentes
Que já foram mais brancos.

Um comentário: