quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Da sua presença

Toda vez que bebo Mineirinho
Que vejo injeção
Que como presunto
Que mastigo miolo de pão
Que ouço o dia em que a terra parou
Do Raul Seixas
Sinto o sabor
Da sua presença
Vibrando com o título nacional
De mil novecentos e oitenta e quatro,
Romerito, Assis, Washington
Paulo Victor no gol
Notei que já corria na minha veia
O sangue tricolor
Jogava futebol no quintal
Maracanã da Mululo da Veiga
Com o meu avô
Observava quieto seu ritual
De formular as receitas
Espirituais e farmacêuticas
De acender as velas
De dar o seu alô
Para que tudo se acalme
Eu te amo, vovô Jayme.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

domingo, 28 de janeiro de 2018

Caça às brumas

Caça às brumas
Pelo breu
Lírico assim nas trevas
Como no céu
Membro da turma
Presente em mim
Uma vez que nada se leva
Desta vida no fim.

sábado, 27 de janeiro de 2018

O trem não fumega

Os galhos das árvores
As veias
Os rios
Conexão cósmica
Gentilezas, favores
Épocas de secas, de cheias
Profundos vazios
Na estação mais próxima
O trem não fumega
Há muito tempo
Assim como a panela
Agora muda
Cortinas de fumaça
E de entretenimento
Balas amargas
Agora chupa.

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Trauma do negócio

Eu sempre desconfio
Da reputação ilibada
Do conhecimento notório
Da idoneidade moral
Talvez não sirva para nada
O pop engana
É o trauma do negócio
Mercado de terno e marginal
Governo pornochanchada
Obscenas façanhas
Telespectador beócio
Fantoche de telejornal
Cultivo por anos a fio
Imaginação calibrada
Discernimento aleatório
Identidade autoral.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Qualquer registro

Seja manuscrito
Ou gravação de ruído
É preciso qualquer registro
Para não ficar nesta dança
Pisando no pé da lembrança
Apesar de conhecer desde criança
Esta canção
Que não me cansa
Descartarei razão
Que for rasa
As cores do brasão
Não estão na brasa
A quem quiser estar por cima
Com as melhores asas
Do ramo e da rima
Um conto de reis
Sem desconto de fantasia
E nada do que se fez
Nesta poesia
É parecido com vocês
Ontem, noutro dia,
No meu horizonte em vozes.

sábado, 13 de janeiro de 2018

Atração da inveja

Pode ter a atração da inveja
Como efeito colateral,
Mas não passem tanto mal
Assim com ela

Afinal de contas,
As únicas pessoas
Que não são invejadas
São as prosaicas.