sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Pelo olhar grato

Reconheço o quão é difícil
O período de adaptação
Ao novo edifício

Pelo olhar grato, vem a solução
Do ladro do cão inocente
E da aparente contramão

Não mais se impressione
Com as queixas de madrugada
Que a deixam insone

E mal-humorada;
Meu amor, sigamos valentes
E ciganos elevando nossa morada.

3 comentários:

Bianca Feijó disse...

Lindo Tchello!
Pelo olhar grato talvez seja uma das quais eu mais gostei,o que seria dificil dizer a que mais gostei,pois todas são estupendas.
O desfecho da poesia foi bravo!
Beijos!

Charlote disse...

lindo...
e eu me sinto enfeitiçada
correndo perigo

mininu munito
quero amar você

bruno disse...

No ponto. Que é quando te encontro aprontando!

abraço