quinta-feira, 19 de julho de 2012

Livre agora e não mais às vezes


A maré não é sempre mansa
mas quando está pra peixe
nada como uma cerveja
lubrificando a garganta
livre agora e não mais às vezes
a vida quer que me veja
do meu jeito desde a infância
desde que eu me deixe
conforme a sobrenatureza.

2 comentários:

VerMent* disse...

Então desce a ceva!..huaahha

Igor Giro disse...

Incrível cara