sexta-feira, 27 de julho de 2012

Pintura dinâmica


A vista da varanda
É paga em cotas
Mas eu tenho crédito abrindo janelas e portas
Ao ver a pintura dinâmica
E o vento ajuda a secar logo a tinta
O céu se pinta com um azul ímpar
E as plantas dançam
Que nem os seres animados
A moldura é maleável
E o tempo fica malévolo
Só às vezes para evitar o tédio.

Um comentário:

VerMent* disse...

Só para evitar o tédio...