terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Hoje em dia

Não deixo mais as latinhas
Sobre a pia
Não é lixo

Tenho poucas noites sozinhas
Hoje em dia
Estou mais comigo

A ficha ainda está para cair
E eu uso cartão e celular
Os bons auspícios pintam por aí
E os hospícios fecham, mudam de lugar.

Um comentário:

Escrever Pra M'Entender ... disse...

Hoje em dia
em uma noite sozinha
não tenho espaços para lamúrias
não perco por estar comigo
ganho por me conhecer ainda mais!
-eu acho!-
Hoje em dia isso é tão raro!