sábado, 10 de março de 2007

Gris

Tudo aceso nesta tarde
com sabor vazio
nos meus olhos que ardem
a buscar abrigo
na sua boca
na sua carne
no seu espírito.

Tudo escuro neste dia
e o sol a pino
na minha cabeça fria
com que ilumino
meu silêncio
minha escrita
meu destino.

2 comentários:

Tchellonious disse...

Publicada no Megazine de uma terça de setembro de 2005, o que também não significa muita coisa diante da remessa datada de 2001...

Athos, o que sumiu disse...

grande Tchellonious Be Good! Querido DJ e agora, descoberto tardiamente por mim, poeta sensível ao calor escaldante do Rio ;)