quarta-feira, 21 de março de 2007

Para Lennon e Jobim

Não quero mais nenhuma utopia
Tento ser impossível
Talvez aconteça algum dia
Quando estiver vivo

Cuspindo bem no ralo da pia
Sem descer tanto o nível
Já desumano do mundo em agonia
Arrisco-me em ser impassível.

Um comentário:

fabrício fortes disse...

olá.. cheguei ao seu blog por indicação do diogo lyra.. numa primeira olhada, já me agradou bastante.
voltarei mais vezes.. abraço